O Movimento AgroAmbiental

Compartilhe

CARTA DO MOVIMENTO AGROAMBIENTAL

Este movimento pretende oferecer um novo caminho de diálogo e entendimento entre agro produtores, defensores do meio ambiente e a sociedade como um todo, dando luz a uma nova agenda positiva, que realmente interesse ao Brasil. Uma pauta comum que defenda a produção sustentável com respeito aos limites dos sistemas naturais, a valorização dos nossos ativos ambientais e dos nossos produtos comprovadamente sustentáveis.

O Brasil chega em 2019 como referência no desenvolvimento de tecnologias para a agropecuária tropical que conciliam produção e conservação. Graças a esse êxito o país é hoje um dos maiores exportadores de alimentos do mundo. Ao mesmo tempo, o Brasil é uma potência ambiental, dono de uma das maiores biodiversidades do planeta, com mais de 60% de seu território coberto por vegetação nativa. Conta ainda com um Código Florestal moderno, fruto de ampla discussão na sociedade brasileira e que torna produtores rurais corresponsáveis pela conservação de boa parte dos ativos ambientais no país.

O Movimento é um pacto social de apoio à vocação AgroAmbiental do Brasil. Reconhece que sem a biodiversidade não existe a produção de alimentos da forma como a conhecemos hoje. Ao enfatizar a interdependência entre conservação e produção, aproximamos estes dois serviços fundamentais para a população mundial.

Como país tropical, aliando produção de alimentos com biodiversidade, podemos consolidar um modelo de uma nova bioeconomia de baixo carbono; capaz de gerar desenvolvimento econômico e humano, segurança alimentar, serviços ambientais e ainda, devolver a autoestima ao povo brasileiro!

PRINCÍPIOS DO MOVIMENTO AGROAMBIENTAL

VALORIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

Apoio ao cumprimento da legislação ambiental e fundiária nas propriedades rurais e empresas da cadeia produtiva do agro brasileiro.

Unir a sociedade para apoiar o poder público na implementação de instrumentos de regularização ambiental, oferecendo segurança jurídica, respeitando os direitos dos produtores e valorização dos ativos ambientais.

Apoiar a implantação do artigo 41 do código florestal para a regulamentação do mercado de pagamento por serviços ambientais (PSA) como retribuição (monetária ou não) às atividades de conservação e melhoria dos ecossistemas.

VALORIZAÇÃO DA PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL

Fortalecer as políticas e instrumentos que estimulem a produção sustentável e modelos de baixo carbono a partir das tecnologias tropicais já desenvolvidas, tornando-as acessíveis aos pequenos, médios e grandes produtores.

Estimular a recuperação e intensificação sustentável de áreas degradadas e apoiar a abertura simultânea de novos mercados, sem excluir os pequenos e médios produtores.

Buscar junto a sociedade e aos mercados o reconhecimento dos atributos da produção sustentável, com o objetivo de agregar valor e vantagens competitivas aos produtos com sustentabilidade comprovada.

Participe do Movimento

Preencha este breve formulário e faça parte do Movimento AgroAmbiental.

 


Queremos te ouvir!

Pensando juntos podemos criar o melhor posicionamento para o nosso movimento.


Compartilhe